Naturdata.com - Biodiversidade Online
fototopo-salamandra.jpg
ENTRADA ESPÉCIES EQUIPA CONTACTO

 
 
 
Entrada
Sobre o Naturdata
Artigos temáticos
Campeonato
Parceiros
Vídeos
Bibliografia
Get Adobe Flash player

Latrodectus tredecimguttatus (Rossi, 1790)

ReinoAnimalia
FiloArthropoda
ClasseArachnida
OrdemAraneae
FamíliaTheridiidae
GéneroLatrodectus
Nome ComumViúva-negra, aranha-viúva, viúva-negra-mediterrânica, malmignata
SinonimiasAranea brevipes, Aranea 13-guttata, Latrodectus argus, Latrodectus conglobatus, Latrodectus erebus, Latrodectus hispidus, Latrodectus lugubris, Latrodectus mactans, Latrodectus mactans tredecimguttatus, Latrodectus malmignatus, Latrodectus martius, Latrodectus oculatus, Latrodectus schuchii, Latrodectus tredecimguttatus lugubris, Latrodectus venator, Latrodectus 13decimguttatus, Latrodectus 13-guttatus, Latrodectus 5-guttatus, Meta hispida, Theridion tredecim-guttatum, Theridion lugubre
Coordenadores Científicos
Mónica Nunes
Francisco Barros
Eduardo Marabuto
Ricardo Costa
Pedro Cardoso
Ricardo Ramos da Silva
© Jorge Almeida© Jorge Almeida© Emídio Machado© Emídio Machado© Emídio Machado© Emídio Machado© Emídio Machado© Ricardo Ramos da Silva© Emídio Machado© Pedro Cardoso© Emídio Machado© Ricardo Ramos da Silva© Emídio Machado© Ricardo Ramos da Silva© Emídio Machado© Luís Crespo© Emídio Machado© Emídio Machado© Emídio Machado© Emídio Machado© Marco Mirinha© Pedro Cardoso
Macho adulto
© Jorge AlmeidaZoom
Informação adicional e observações sobre a espécie Latrodectus tredecimguttatus

ESTA ESPÉCIE ESTÁ CLASSIFICADA PELO NATURDATA NA LISTA DE ESPÉCIES PERIGOSAS DE PORTUGAL COM A CATEGORIA C1 - "ESPÉCIES COM VENENOS CAPAZES DE PRODUZIR SITUAÇÕES DE EXTREMO DESCONFORTO OU DOR DURANTE PERÍODOS DE TEMPO CONSIDERÁVEIS" PELO QUE DESACONSELHAMOS FORTEMENTE O SEU MANUSEIO SEM AS DEVIDAS PRECAUÇÕES.

Origem: Nativa em Portugal continental.
Explorada: Sim, globalmente como animal de estimação.

Fêmeas:   
http://naturdata.com/images/species/13000/Latrodectus-tredecimguttatus-13272-14017203312230-tb.jpghttp://naturdata.com/images/species/13000/Latrodectus-tredecimguttatus-13272-134494846183498-tb.jpghttp://naturdata.com/images/species/13000/thumbnail_1254299635.jpghttp://naturdata.com/images/species/13000/Latrodectus-tredecimguttatus-13272-134494845964164-tb.jpg
    

Comprimento do corpo: 14 a 15 mm.
Carapaça negra com uma depressão na zona torácica (fóvea) bem aparente.
Quelíceras negras sem dentes.
Patas negras como a carapaça.
Abdómen muito volumoso, negro com manchas muito variáveis e pêos bífidos. Na forma típica, apresenta três linhas de manchas laranja vivo mas em Portugal, são frequentes os indivíduos completamente negros (forma lugubris) e também com as manchas bordeadas de branco.  Estas manchas, quando presentes, podem ser laranja pálido a laranja vivo, bordeadas ou não de branco ou amarelo, por vezes de tonalidades douradas.
Na face ventral pode apresentar uma mancha vermelha por vezes reduzida ou mesmo ausente.

    
Machos:   
http://naturdata.com/images/species/21000/thumbnail_1249086883.jpg   
    
Comprimento do corpo: 8 a 10 mm.
Carapaça e quelíceras idênticas às das fêmeas.
Patas negras mas proporcionalmente mais compridas que nas fêmeas.
Abdómen pequeno, com os mesmos padrões das fêmeas embora normalmente muito mais definido.
    
Postura:   
http://naturdata.com/images/species/13000/Latrodectus-tredecimguttatus-13272-134504696928422-tb.jpghttp://naturdata.com/images/species/13000/Latrodectus-tredecimguttatus-13272-134504696861586-tb.jpg  
    
As fêmeas podem fazer até 8 posturas num ano com um número de ovos muito variável entre os 80 e 250 ovos em cada postura. Esta é envolta numa ooteca esférica com cerca de 15mm de diâmetro, de seda branca ou amarelada.
As posturas são realizadas normalmente entre Junho e Outubro e o período de incubação é muito variável entre 15 dias a vários meses dependendo das condições de temperatura e da época do ano.
    
Ninfas:   
http://naturdata.com/images/species/13000/thumbnail_1250726663.jpghttp://naturdata.com/images/species/13000/thumbnail_1303557313.jpghttp://naturdata.com/images/species/13000/thumbnail_1254299487.jpghttp://naturdata.com/images/species/13000/thumbnail_1254299597.jpg
    
 As ninfas apresentam o abdómen menos arredondado que nas fêmeas e com padrão típico da espécie mas com cores variáveis. A mesma aranha pode variar as cores das manchas em cada etapa de crescimento.
Atingem a maturidade ao fim de 4 a 12 meses.
    
Teia:   
    
As teias têm a estrutura normal da família com um esconderijo, uma teia de captura e um emaranhado de fios de suporte e alarme que podem também servir como fios de captura. O esconderijo é simples e geralmente situa-se perto do solo ou mesmo debaixo de pedras frequentemente disfarçado com restos de presas e outros detritos. A teia de captura pode estar a uns 20 cm de altura desde o solo e dela saem inúmeros fios de suporte, entre os quais alguns directos ao solo com pequenas gotas de seda líquida muito pegajosa que servem para captura de animais que se deslocam no solo.
    
Presas e alimentação:   
http://naturdata.com/images/species/13000/Latrodectus-tredecimguttatus-13272-13454886022064-tb.jpghttp://naturdata.com/images/species/13000/Latrodectus-tredecimguttatus-13272-134548860116306-tb.jpg  
    
Alimenta-se principalmente de insectos predando com frequência formigas e coleópteros mas pode predar qualquer pequeno animal que passe pela teia como escorpiões, aranhas, isópodes, centopeias, etc.
A captura é feita com uma seda muito pegajosa e muito forte que cola nas presas com as patas traseiras. Quando a presa começa a ficar enleada, a aranha, eleva-a esticando fios de seda e frquentemente isola-a do resto da teia cortando os fios em redor. Por esta altura tenta procurar uma extremidade como uma pata ou uma antena, se possível, e aplica uma picada com um veneno forte e paralisante. Segue-se um reforço de seda e aguarda que a presa fique atordoada. Só nessa altura se aproxima com mais confiança. esta seda pegajosa é igualmente usada como mecanismo de defesa. Se se sentir perturbada, a aranha lança pequenos jactos de seda que rapidamente se colam e se enleiam no potencial inimigo.
    
Fenologia:   
    
As fêmeas vivem vários anos pelo que, apesar de mais activas de maio a novembro, podem encontrar-se todo o ano.
Os machos são adultos principalmente no verão com um período de actividade de Maio a Setembro.
    
Defesas e veneno:   
    
Esta é uma espécie algo tolerante, não sendo particularmente agressiva, no entanto está dotada de um veneno potente quer para as suas presas, quer para os seus potenciais inimigos.
Em caso de picada, o efeito pode ser muito variável e a própria aranha pode injectar quantidades variáveis de veneno. Os efeitos nos insectos são de paralesia, nos seres humanos pode provocar dor intensa, feridas no local da picada, contracção dos músculos, particularmente abdominais (provocando uma situação complicada de rigidez abdominal que, além da dor, dificulta a respiração), faciais (provocando uma expressão característica chamada de facies latrodectismica) e penianos (provocando o priapismo), aceleração cardíaca, hipertensão, oliguria, suores, cãbrias e paralesias parciais temporárias.
    
Espécies semelhantes:   
http://naturdata.com/images/species/13000/thumbnail_1257254211.jpghttp://naturdata.com/images/species/21000/thumbnail_1249341946.jpghttp://naturdata.com/images/species/12000/thumbnail_1257253949.jpghttp://naturdata.com/images/species/13000/thumbnail_1301786864.jpg
    
Quando apresenta padrões abdominais, esta espécie é inconfundível com qualquer outra espécie presente em Portugal.
Na forma totalmente negra, pode facilmente ser confundida com a forma negra de Steatoda paykulliana, mas, além de ser claramente maior (no caso de adultos), possui patas mais compridas. Por vezes é também confundida com indivíduos mais escuros de Steatoda grossa ou Steatoda nobilis, mas ao contrário destas últimas, a viúva negra, além de ser nitidamente negra, nunca se encontra em ambientes urbanos.
Quando apresenta apenas as manchas brancas, pode fazer lembrar Steatoda albomaculata ou Steatoda incomposita, mas o padrão é claramente diferente.

 


A ficha da espécie Latrodectus tredecimguttatus foi actualizada pela última vez em 2014-06-02.
Distribuição
Videos
Comentários
2014-04-01 23:49:38, Ricardo Silva
Pode tratar-se de uma Steatoda que são muito comuns em habitações.
http://naturdata.com/taxa/Animalia/Arthropoda/Arachnida/Araneae/Theridiidae/Steatoda
2014-03-30 01:48:10, edgar
boa noite a todos! nao fazia ideia que tinhamos uma aranha assim,ate ontem enquanto limpava os meus passaros,que tenho numa marquise,num predio dei de cara com uma exatamente igual a do video em cima. se vivesse mais para o sul tipo alentejo algarve estaria mais recetivo a este tipo de aranhas,mas eu vivo em vila nova gaia(porto)
2013-05-03 23:43:02, Daniel Almeida
Esse animal e magnifico único como tão pequeno e o poder que tem, quem me dera encontrar aqui no norte no Porto. :)


Por favor faça login para comentar

© Naturdata.com 2009-2014