Naturdata.com - Biodiversidade Online
ENTRADA ESPÉCIES EQUIPA CONTACTO
Espécies Perigosas

POR FAVOR, ANTES DE CONSULTAR ESTA LISTA, LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO SEGUINTE:

Esta listagem, é produzida com base em informação científica recolhida de várias fontes pelos coordenadores do Naturdata. É uma listagem em constante evolução e como tal, O FACTO DE DETERMINADA ESPÉCIE NÃO SE ENCONTRAR DESCRITA NESTA LISTA NÃO SIGNIFICA QUE NÃO POSSA SER PERIGOSA. Todas as espécies devem ser manuseadas com o devido respeito e cuidado.

Consideramos espécies perigosas as que, directa ou indirectamente, coloquem em perigo a vida ou a integridade física dos seres humanos. São aqui listadas todas as espécies que possam provocar situações de extremo mau-estar, danos e lesões severas ou permanentes ou mesmo que possam colocar em causa a vida humana.

Ficam excluídas desta listagem todas as espécies inofensivas mas também as espécies tóxicas que provoquem desconfortos ligeiros não colocando em causa a nossa integridade física a médio ou longo prazo. Excluem-se também as espécies com venenos potencialmente perigosos mas em quantidades mínimas em que seria necessário um contacto ou consumo exagerado.

Categorias:

  • A - Espécies letais
    • A1 - Espécies com venenos letais
    • A2 - Espécies traumatogénicas potencialmente letais susceptíveis de ataques deliberados
    • A3 - Parasitóides e outros agentes patogénicos potencialmente letais
    • A4 - Vectores de espécies letais
  • B - Espécies susceptíveis de provocar danos severos ou permanentes
    • B1 - Espécies venenosas
    • B2 - Espécies traumatogénicas
    • B3 - Outros agentes patogénicos
    • B4 - Vectores
  • C - Espécies susceptíveis de causar situações de extremo desconforto ou dor durante períodos de tempo consideráveis.
    • C1 - Espécies venenosas
    • C2 - Espécies traumatogénicas
    • C3 - Outros agentes patogénicos
    • C4 - Vectores

Lista Naturdata de espécies perigosas de Portugal:

http://naturdata.com/images/species/20000/thumbnail_1249130577.jpg Chapéu-da-morte

(Por ingestão)
A1 Com mortes comprovadas em Portugal.
A;
http://naturdata.com/images/species/2000/thumbnail_1285435889.jpg Víbora-cornuda

(Mordedura com dentes inoculadores)
A1 A;
http://naturdata.com/images/species/2000/thumbnail_1295044382.jpg Víbora-de-Seoane

(Mordedura com dentes inoculadores)
A1
http://naturdata.com/images/species/38000/thumbnail_1254760369.jpg Anjo-da-morte

(Por ingestão)
A1
Anjo-destruidor-europeu

(Por ingestão)
A1
http://naturdata.com/images/species/4000/Conium-maculatum-4821-131167120113592-tb.jpg Cicuta

(Por ingestão de qualquer parte da planta)
A1 1;
http://naturdata.com/images/species/4000/Digitalis-purpurea-subsp.-purpurea-4955-137702055946779-tb.jpg Dedaleira

(Por ingestão)
A1
http://naturdata.com/images/species/17000/thumbnail_1280384410.jpg Embude

(Por ingestão)
A1
http://naturdata.com/images/species/38000/thumbnail_1271857866.jpg Erva-moira

(Por ingestão)
A1
http://naturdata.com/images/species/4000/thumbnail_1271848438.jpg Estramónio

(Por ingestão)
A1
http://naturdata.com/images/species/38000/thumbnail_1257414538.jpg Gato-doméstico

(Ataque com garras e mordedura)
B2
http://naturdata.com/images/species/13000/Latrodectus-tredecimguttatus-13272-134494846294172-tb.jpg
Viúva-negra

(mordedura com quelíceras)
C1
A;
 

© Naturdata.com 2009-2015